Poemas- Reflexões- Poesias- Auto-ajuda


06/10/2014


Paulo Zamora 2015 (Ano 21)

Poeta, escritor, declamador, técnico em áudio, escritor de cerimoniais e Roteirista.

Poemas de Paulo Zamora -2015

Ano 21 (Desde 1994)

O Poeta Dos Radialistas

Até 2014 já escreveu 4.690 textos (Poemas, poesias, reflexões, auto-ajuda e outros)

Até 2014 já gravou 4.468 poemas (Com participações de amigos poetas e locutores)

O POETA QUE MAIS GRAVOU POEMAS

 

Resumo por Helen Cunha

Para mim escrever pelo quarto ano sobre Paulo Zamora é um orgulho, o divulgo desde 2001; apesar de amigos já trabalhamos cultura juntos durante muitos anos, tenho o maior prazer em fazer parte desta história. “O poeta dos RADIALISTAS”, titulo o qual é conhecido atualmente, ele já nasceu poeta, desde sua infância cultiva uma grande paixão pelos livros e a leitura, e suas composições poéticas são fruto de uma vida inteira de dedicação, nos anos 90 os murais de algumas escolas sempre tinham algum texto desse autor incansável, foram inúmeras apresentações em escolas durante esses anos, afinal, muita história pra contar, conheceu muitos poetas, escritores, locutores, e simpatizantes da arte. Também já foi conhecido como “O gênio dos pensamentos de amor’, “Um poeta de Três Lagoas”, escreve poemas, poesias, auto-ajuda, textos em geral, sem nenhum exagero ao falar dedicação, se a nossa cultura fosse mais valorizada poderíamos com certeza afirmar que Paulo Zamora é um fenômeno dos poemas, os números falam por ele, revelam seu amor pela arte.

São *** textos escritos (Até 2014)

São *** gravados (** Volumes) – Solo e com milhares de participações (Até 2014)

Edições em jornais, Cópias de seus Cds de poemas, divulgação ampla pela internet através de blogs, sites, e-mails e outros meios (Vídeos no Youtube).

Participação em eventos culturais.

Abertura ou encerramento de programas de Rádio com suas reflexões.

Responsável pelos documentários exibidos na Radio Difusora AM de Três Lagoas sobre a vida do maior declamador que a nossa cidade já conheceu, Célio de Barros; que partiu em 2010 (Grandes parceiros culturais).

Procura manter um estilo próprio em seu trabalho, principalmente nas gravações de poemas com fundos musicais; seus talentos que considero importantes são: Escritor, poeta, declamador, escritor de cerimoniais, Técnico em áudio, dono de uma voz romântica. Resistir ao tempo em que sabemos que os valores culturais são mínimos é ser herói, durante minha caminhada pelo mundo radio e jornais, presenciei muitos talentos que desistiram por falta de algum apoio.

Paulo Zamora e Sueli Batista Damasceno são os poetas que incentivaram e incentivam novos escritores, na realidade a nossa cidade é rica em escritores; e muitos nomes estão se destacando.

O poeta que mais gravou poemas.

Para quem saber reconhecer verá que Zamora já fez muito para a nossa cultura local e estadual, o próximo projeto é lançar um dos seus livros (São 18 livros contendo seleções de seus textos) , sua preferência sempre foi pelos áudios, nunca ganhou dinheiro com seu trabalho, esse Três-lagoense conseguiu entrar para a nossa história provando que é possível fazer a diferença quando o assunto é amar o que se faz.

Não posso esquecer de uma grande incentivadora da cultura chamada Cidolina Silva, ela é componente do Sinted (Sindicato dos Trabalhadores em Educação); desenvolve projetos culturais nos quais tem como ponto alto mostrar o trabalho dos escritores, realiza anualmente o projeto SEMANA CULTURAL PROFESSOR PEPE, onde poetas declamam, há apresentações de danças, enfim, ela sabe fazer cultura (Foi Nomeada por Paulo Zamora como “RAINHA DA CULTURA”).

Quero agradecer a todos aqueles que ajudam a divulgar o nosso poeta Paulo; e desejamos que seu trabalho se estenda por muitos anos ainda. Ao Poeta Dos Radialistas deixo aqui minha gratidão e felicidade em ser sua amiga. Muitos anos de sucesso!

Helen Cunha

Colunista Social e Radialista

01 de Janeiro de 2015

Três Lagoas MS

Escrito por Paulo Zamora às 08h39
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Agradecimentos aos Apoiadores:

Maria Irene (Mãe)- João Carlos de Souza (Rádio Band FM- TV Concórdia )- Helen Cunha (Rádio Difusora AM- Colunista Social)- André Mitterer (Declamador)- Célio de Barros (Rádio Difusora AM- Poeta, radialista e ator)- Leif Eric (Professor de Língua de Sinais)- Alex Fernando Soares (Declamador)- Larissa Dandara (Radialista)- Jean Carlos (Rádio Três Lagoas FM)- Bruno Henrique Ramos  (Poeta)- Carlinhos Albert (Rádio Três Lagoas FM)- Verena Venâncio (Poetisa e Professora)- Sueli Batista Damasceno (Poetisa e Professora)- Luiz Octávio (Professor de Música)- Anne Francielle Bertholdo (Poetisa)- Altair Ferreira e Gleyci Nonato (Poetas do Projeto Poesia Na escola)- Elaine C. D. Zamora (Poetisa)- Fran Soares (Cantora)- Nyck Poesya (Poeta e compositor)- Fabiano Xavier (Rádio Cidade FM- Andradina SP)- Alex Fabres (Rádio Três Lagoas FM)- Adilson Silva (Rádio Três Lagoas FM e TV Record)- Ademar Cardoso (Rádio Difusora AM)- Toninha Campos (Rádio Caçula AM) Romário Gutemberg (Rádio Três Lagoas FM), Rock Santos (Rádio Pantanal FM), Ronan Tafarel (Rádio Difusora AM), Alfredo Netto (Rádio Três Lagoas FM), Cidolina (Sinted- Três Lagoas MS), Leonardo Mundim Souza (Declamador), Tom e Bruno (Cantores), Oséias Barros (Radialista e poeta- Rádio Difusora AM), Philipe Prestes (Cantor), Débora Neves (Cantora), Fabio Jorge (Rádio FM Arapuá MS), Aurora Vilalba (Radialista- Difusora AM), Vera Medeiros (Poetisa- Professora), Suely Boaventura (Divulgadora)

 

Contatos:

E-mail: ointernautams@hotmail.com

Facebook: Paulo Zamora Zamora

Blog: www.pensamentoedamor.zip.net

 

 

 

Escute Amostras de áudios através do site PalcoMP3. www.paulozamorapoeta.palcomp3.com

 

 

Emissoras de Rádio Que Apóiam a cultura

www.radiodifusora1250.com.br

www.treslagoasfm.com.br

www.jptl.com.br

www.pantanalfm.com.br

www.radiocacula.com.br

Escrito por Paulo Zamora às 08h38
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

BLOG’S DE AMIGOS

Poeta Bruno Henrique Ramos (O Jovem poeta)

www.bh-ramos.zip.net

 

Saudoso Célio de Barros (O Maior declamador da história de Três Lagoas MS)

www.poetaceliodebarros.zip.net

 

Nyck Poesia (Poeta, cantor e Compositor)

 

http://oanjoguardiao.blogspot.com.br/

 

Site da Amiga Saryd - Cobrindo todas as baladas de Três Lagoas MS

http://www.tribaladas.com.br/

 

Apoiador de cultura Abner Olmos Petrick

http://poesiaseversos3lagoas.blogspot.com.br

Escritora Vera Medeiros (Facebook)

 

https://www.facebook.com/veralucia.nogueirademedeiros/about

 

 

Vídeos no Youtube

http://www.youtube.com/results?search_query=Paulo+Zamora&page=&utm_source=opensearch

 

 

Poemas Clássicos de Paulo Zamora  Interpretados por amigos (2014)

 

https://www.youtube.com/watch?v=94TFBkTn4M4

 

 

110 Faixas – Mp3 (Seleção de 1994 a 2013)

Participação: André Mitterer- Alex Fabres- Fabiano Xavier- João Carlos de Souza- Alex Fernando Soares- Célio de Barros- Helen Cunha- Verena Venâncio- Jean Carlos- Leonardo Mundim Souza- Carlinhos Albert- Leif Eric- Sueli Batista Damasceno- Bruno Henrique Ramos- Helen Cunha- Nyck Poesya- Larissa Dandara- Conceição Quinteiro- Ronan Tafarel- Romário Gutemberg- Gleyci Nonato-

 

Escrito por Paulo Zamora às 08h38
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

 

Depoimento sobre os 20 Anos de Cultura (2014)

 

http://www.youtube.com/watch?v=e75nsNkHsS0&feature=youtu.be

 

 

DOCUMENTÁRIO:

HISTÓRIA-  Célio de Barros (Paulo Zamora 2013-2014)

 

http://www.youtube.com/watch?v=xq4HjMCQ5io&feature=youtu.be

 

 

Um programa lindo, boas lembranças!!!

Participantes: Anne Franciele Bertholdo- André Miterrer- Bruno Henrique Ramos- Paulo Zamora

Domingo Especial com Helen Cunha -Poetas e Declamadores 2011

Este é um dos programas Especiais realizado pela Rádio Difusora AM de Três Lagoas, foram vários anos em que Helen Cunha trabalhou e trabalha como motivadora de cultura, são muitos os momentos inesquecíveis.

 

https://www.youtube.com/watch?v=a_7aM24SgCc&feature=youtu.be

Escrito por Paulo Zamora às 08h38
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

João Carlos de Souza DECLAMA Paulo Zamora (2013)

Recitação de Poemas

 

https://www.youtube.com/watch?v=HJ91pnLQi6s&feature=youtu.be

 

João Carlos de Souza DECLAMA Paulo Zamora (2013)

 

01-Apaixonado- 02- Não é apenas saudades- 03- REGRAVAÇÃO- Se não fosse por amor- 04- O Tempo- 05- Nosso destino- 06- Calma- 07- Conseqüência- 08- Bônus- A nossa eterna verdade- 09- A Esperança do nosso amor- 10- Quem Inventou a Paixão- 10- Quem Inventou a Paixão- 12- O sentido dessa noite- 13- Se eu pudesse- 14- Quando te vi- 15- Sonhos dos Retornos- 16- Vida- 17- Uma loucura JUVENIL- 18- Seu silêncio- 19- Labirinto- 20- Entre o coração e a saudade- 21- A verdade dos meus sentimentos- 22- Ápice- 23- Amores- 24- Quando você voltou a fazer parte da minha vida- 25- Bônus- O primeiro Momento Do Coração- 26- Em busca da RECONCILIAÇÃO (Com Jean Carlos e João Carlos de Souza)- 27- Ainda é amor- 28- Reação- 29- O amor acabou- 30- A nossa eterna verdade- 31- Outono- 32- Em busca da Reconciliação- 33- Se não fosse por amor- 34- Meus carinhos- 35- O primeiro momento do coração- 36- Uma Diferença- 37- Sem OBJEÇÕES- 38- Palavras ferem-39- Sonhos para Alcançar-  40- Amor por você 

Paulo Zamora- 29 de agosto de 2013

 

Quero agradecer ao amigo João Carlos pela colaboração cultural que tem prestado, ele é o radialista que como muitos outros,fez história e deixou sua marcas em Três Lagoas MS. Este Cd é uma homenagem merecida para alguém que possui profundo amor pelo que faz, assim é a sua história ligada ao rádio brasileiro.

Paulo Zamora

 

 

 

 

Célio de Barros DECLAMA POEMAS DE Paulo Zamora (2005- 2009)

https://www.youtube.com/watch?v=fEJLjxE3pHg&feature=youtu.be

 

Célio de Barros DECLAMA Paulo Zamora (2005-2009)

01-Abstrato

02-Segredos do meu coração

03-Enfermo amor

04-Peles

05-O poeta só

06-Lágrimas não voltam

07-Não é apenas saudades

08-A minha sensibilidade provocada

09-Pelo menos isso

10-Oculto sentimento

11-Louco de tanto amor

12-Na minha madrugada

13-Meu quarto e eu

14-Final

15-Carente

16-Insônia

17-Sem culpados

18-Suas pegadas

19-De dentro de mim (Part. Paulo Zamora)

20-Nas Alamedas

21-O estado em que estou

22-Últimos segundos

23-Ultimo encontro

24-Desejos versus castidade

25-Inverno

26-Compreendo

27-A minha sensibilidade provocada (Part.Paulo Zamora)

28-A Saudade que você deixou em mim

29-Teu mundo de anjo

30-Depoimento de Célio de Barros

Dedico este Cd ao meu grande amigo, o poeta Célio de Barros, com certeza o maior poeta e declamador da história da cidade de Três Lagoas MS.

Paulo Zamora

30 de Outubro de 2009

Escrito por Paulo Zamora às 08h37
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Poemas com Célio de Barros- Paulo Zamora (2014 - Ano 20)

https://www.youtube.com/watch?v=ygOCwljDsDA

 

 

 

 

http://www.youtube.com/watch?v=pNGOqgxnffs&feature=youtu.be

 

 

Paulo Zamora Regrava alguns de seus poemas Clássicos (20 Anos- Desde 1994)

 

Paulo Zamora APRESENTA

Regravações- 20 ANOS DE CULTURA COLETÂNEA 2014 (Ano 20)

 

01- Depoimento de Paulo Zamora sobre os 20 anos de Poemas

Não é apenas saudades

APAIXONADO

PENSAMENTO

Espelho da minha vida

Escondido

Conseqüência

SOBRIEDADE

Calma

Enfermo amor

INVERNO

Namoro Perfeito

Por esse coração apaixonado

Transformado

Sonhos dos retornos

O tempo

Moça

Final

Enfermo amor

ABSTRATO

Se não fosse por amor

Quando você voltou a fazer parte da minha vida

A minha sensibilidade provocada

Em busca da reconciliação

Faz Parte da Minha Vida

Menino apaixonado

O primeiro momento do coração

SOBRIEDADE (Part. Célio de Barros- Homenagem 2014)

Uma Pluma

Rio de Lágrimas

O Mistério da Emoção

ISOLAMENTO

Estradas sem rumos

Consequência (Faixa Especial)

Últimos Segundos

Imaginações

Faixa Extra- Eu Não Posso Fugir de Você

 

Paulo Zamora- Janeiro de 2014

Escrito por Paulo Zamora às 08h37
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

 

https://www.youtube.com/watch?v=lwufRSnie_4&feature=youtu.be

 

João Carlos de Souza

DECLAMA

Paulo Zamora 2014

(Ano 20)

01-                Quando você apareceu

02-                Sombra

03-                Os defeitos

04-                Apaixonado (Part. Paulo Zamora)

05-                Eu tenho sentimentos

06-                No silêncio

07-                Dos Olhos para Dentro

08-                Lembro

09-                Falta Alguém

10-                Da janela

11-                Fidedigno

12-                Não dá pra esperar

13-                No Silêncio

14-                Pensamentos

15-                Quando você apareceu (Part. Jean Carlos)

16-                Terminou

17-                Os defeitos

18-                Um Silêncio

19-                Romance

20-                Apaixonado (Part. Jean Carlos)

 

 

https://www.youtube.com/watch?v=7wRzI7cpCXo&feature=youtu.be

 

48 Poemas INTERPRETADOS por seu autor Paulo Zamora 2014 (Ano 20)

Escrito por Paulo Zamora às 08h37
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Frases para refletir

 

Em certas alturas na vida tudo depende de quem temos; aliás, quem soubemos construir com atitudes corretas juntamente com dedicação plena.

Paulo Zamora- 06 de Outubro de 2014

 

 

 

Colocar regras nos outros é algo muito simples, mas se coloque no lugar de quem vive sobrecarregado por regras impostas por outros...

Paulo Zamora- 06 de Outubro de 2014

 

 

Com exatidão olhamos para o nosso coração somente no momento em que se encontra ferido.

Paulo Zamora- 06 de Outubro de 2014

 

 

Entre idas e voltas, para onde deseja ir? Para onde deseja voltar? Verifique se esse objetivo é mesmo sensato.

Paulo Zamora- 06 de Outubro de 2014

 

 

Pessoas para quem você é importante irão se lembrar de você não apenas quando estão em desespero; mas principalmente nos momentos de profundas alegrias.

Paulo Zamora- 06 de Outubro de 2014

 

 

Quem não se preocupa se vai ou não ferir o outro com palavras, com atos ou mesmo em silencio; não tem sensibilidade, pensa que o mundo o colocou num trono, e que vivendo seu mandato acredita que as outros pessoas são apenas súditos do seu reino.

Paulo Zamora- 06 de Outubro de 2014

 

Amizade verdadeira é simplesmente natural; os atos se concretizam em importâncias, porque quem constrói amigos verdadeiros sabe viver com inteligência seus sentimentos, seus conselhos e suas vislumbres virtudes.

Paulo Zamora- 06 de Outubro de 2014

 

Talvez o objetivo de construir novas amizades possa nos frustrar; e nos fazer esquecer que amizades verdadeiras simplesmente acontecem através de pessoas sensatas com a vida, e não com aquelas que simplesmente desejam viver seu próprio momento; pense nisto...

 Paulo Zamora- 06 de Outubro de 2014

 

Faça importantes aquelas pessoas que estão lhe fazendo importantes. Simples assim.

Paulo Zamora- 06 de Outubro de 2014

 

 

Permita ao sonho um lugar concreto em sua vida, porque de pulsações abstratas não se pode viver um coração.

Paulo Zamora- 06 de Outubro de 2014

 

Lidar com pessoas insensatas e egoístas não é nada mais que perder o tempo, pensando encontrar soluções para quem não deseja mudar.

Paulo Zamora- 06 de Outubro de 2014

 

A vida vai ser diferente quando você decidir...

Paulo Zamora- 06 de Outubro de 2014

 

 

Escrito por Paulo Zamora às 08h37
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Consciência

Manter a consciência ativa é amadurecer não somente momentaneamente, a constante noção de quem somos e onde estamos, ainda mais para onde queremos ir na vida controla em nós cada passo. Um dia após o outro, e seguem-se anos passando; no final tudo parece mesmo igual; mas a nossa consciência pode nos levar ao sentimento de liberdade plena quando deixamos em nós transparecer a mudança; o alvo para o amanhã; nossas transformações.

Importante lembrar que quando temos um foco não estamos mesmo assim isentos de nossas imperfeições, e sim que devemos manter nossas lutas, persistir rumo a vitória; porque viver todos os dias é guerrear, e acordar para nossos verdadeiros sonhos. A consciência nos guia, você tem consciência sobre o que é realmente a vida? Sabe mesmo distinguir o certo, o duvidoso e o errado? Como age frequentemente? Mantém a consciência?

(Escrito por Paulo Zamora em 06 de Outubro de 2014)

Escrito por Paulo Zamora às 08h36
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Inesperado

No toque da pele um resumo da minha sensibilidade, sua ingenuidade foi maior que minha maturidade; por um instante fui esquecido por mim; e viajei no momento em que fomos além de nós; nos ouvidos o som silencioso do travesseiro, e no coração a certeza que eu estava precisando de alguém como você; arrepiando minha pele, quebrando barreiras e me fazer sentir voltando no tempo...

O escuro escondendo um sorriso; e viajamos dentro da noite rumo ao coração carente.

Quase não amanheceu, porque seus abraços queriam nos eternizar ali; talvez se fosse para sempre seria a mais bela sensação de alguém que há tempo não escutava o coração batendo; falta de alguém.

Não quero me preocupar com o perdão, porque acima de tudo sabemos da nossa imperfeição e da contagem dos dias.

Somente você compreenderá minha fatalidade, tão comum, tão sensata, um carente se perdendo na mente; alguém procurando a própria sombra nas paredes da casa.

Coisa de pele, fonte de desejos, realidades sem fronteiras, um beijo louco, um momento inesperado, no entanto apreciado, porque estava eu precisando muito de um carinho...

(Escrito por Paulo Zamora em 05 de Outubro de 2014)

Escrito por Paulo Zamora às 08h36
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O seu próprio recomeço

Quando amanhecemos para um recomeço na vida validamos nossos melhores pensamentos e revemos constantemente como um filme nossas atitudes; e definir um novo modo de viver depende muito da nossa força de vontade; ter vontade de viver com novas atitudes é algo primordial, mas é como sempre deve ser, provamos a nós mesmo quem somos ou quem desejamos ser através das nossas atitudes, sim, os nossos comportamentos falam muito mais...

Sentir saudade é muito natural nesta vida; e quando nos pegamos olhando sempre para trás nos esquecemos que amanhã é um tempo do futuro; e podemos gerar novos inesquecíveis momentos; visitar pessoas amadas, refazer relacionamentos, pedir perdão, conquistar novos amigos, enfim passar pela vida dando valor nas pessoas merecidas; e quando se pegar lutando contra a decepção ou mesmo simples incompreensão, sinta que isso faz parte da vida, porque nem todos conseguem ver profundamente os grandes significados, e muitos preferem criticar, acusar, apontar defeitos; e jamais demonstrar qualquer gratidão...

Ninguém é perfeito; mas para amar não existe regra de perfeição, entende?

Amar é superar até mesmo os defeitos... E muito mais.

Os anos passam, a juventude é como uma pena na asa de uma águia; voa, o vento é forte, e logo passa...

Os nossos aprendizados devem mesmo ser reflexão; e viver a vida com qualidade é possível, independente em que época da vida você esteja, não existe data para ser feliz; sinta-se sempre jovem, adequado para estar aqui ocupando seu espaço de ser humano no planeta, usufruindo de sua liberdade, realizando suas escolhas; sorrindo ou chorando, passando pela vida amando...

Alguns demoram muito tempo para compreender essas possibilidades, outros nem compreendem, infelizmente.

Vivemos numa época em que as pessoas pensam que a felicidade é apenas profissional, e que as conquistas materiais somam tudo na vida; a maioria se mostram assim; e você como tem sido para a vida? Como tem olhado para a passagem do tempo? Entre as coisas mais comuns têm visto a vida como valiosa?

Viver e sobreviver neste mundo é manter a cautela sempre ativa; é notar-se no equilíbrio para tudo, o mundo atual é como se fosse um labirinto para quem deseja viver em harmonia com a honestidade, ter noção da sensibilidade; enfim, nada é por acaso, nem mesmo os recomeços.

Não consigo ter a idéia qual reação das pessoas diante desse texto, mas tenho algo positivo a dizer; leia-o usando o coração, refletindo na mente sobre as coisas mais importantes, porque de repente sua vida precisa conhecer novos tempos, e eles não existirão sem que você permita, ou pelo menos os sonhe...

Quer recomeçar a vida de alguma maneira? Comece dando o primeiro passo em seu modo de ser, e pouco a pouco notará que mudanças irão acontecer, isso se você permanecer constante em suas boas decisões.

(Escrito por Paulo Zamora em 03 de Outubro de 2014)

 

 

240- Frase:

Ser incompreendido tem o seu lado bom, porque quando somos incompreendidos é sinal de que sabemos mesmo amar; compreende o sentido?

(Paulo Zamora- 03 de Outubro de 2014)

 

 

 

Escrito por Paulo Zamora às 08h36
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Palavras

 

Não somos humanos sem palavras,

Porque palavras nos dizem e nos fazem pensar...

Que a vida e as pessoas fazem parte do tempo.

Que somos o tempo gerando instantes constantes de momentos...

A voz do coração transparece silenciosamente no uso dos dedos das mãos;

É preciso ler;

E esse ler é escutar plenamente;

Não existem humanos sem palavras;

Elas nem sempre são audíveis,

Mas existem e nos comandam...

Compreensão vem de quem sabe o valor da igualdade;

E as palavras... Revelam mensagens maravilhosas,

Muitas delas complexas;

Assim como o coração.

Todos aprendem a dizer a primeira palavra,

Até que um dia conhecemos as letras e nos familiarizamos com o alfabeto;

Depois formamos palavras e as usamos pelo resto da vida;

Todos precisam das palavras;

Elas nos entregam ao mundo,

Revela-nos algo mais profundo;

Mesmo em silencio há o som da interpretação;

O amor além de um sentimento também se traduz numa palavra;

Porque palavras nos fazem existir;

Assim como o coração.

Palavras...

Sempre palavras.

 

(Escrito por Paulo Zamora em 02 de Outubro de 2014)

 

 

 

Escrito por Paulo Zamora às 08h36
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

9° Semana Cultural Professor Pepe

Uma homenagem representando toda a equipe Sinted, profissionais da educação; e  Alunos.

Texto, interpretação e vídeo

Paulo Zamora

Poeta e escritor

(2014)

 

Cultura para sempre

 

Alguém inventou a cultura;

Talvez num tempo em que os valores morais e intelectuais eram mais saborosos;

Sabiam apreciar sem qualquer gesto de egoísmo ou insensibilidade;

Eram trocas de admirações;

Mas o tempo passou; como tudo passa;

E viver a cultura seria percorrer por uma estrada construída de amor por artes...

Há alguém ai que entende exatamente o coração?

Porque nascer, crescer e conseguir ser alguém vai além de construir uma história.

De repente algumas pessoas se destacam,

Porque um dia jogaram sementes no solo por onde passaram;

Pepe foi assim, jogou sementes durante sua trajetória até ser inesquecível;

Hoje uma semana se dedica a alguém diferente, construtivo, com idéias frutíferas de cultura;

Permanente cultura;

Heróico...

Homem de garra que escreveu, leu, ensinou, mas também aprendeu...

Quem tem o dom do amor passa deixando marcas e se tornam eternas.

Juntando instantes formamos o tempo passando...

De repente é como se não tivesse passado;

O mesmo ar, a mesma sensação diante de recordações, sim, diante das nossas saudades...

Também devemos homenagear os que homenageiam; sinted; professores, alunos, poetas...

Formamos uma semana cultural levando o nome de um homem admirado;

Já se passaram nove anos;

E aqui estamos nós eternizando com imagens, sons, literaturas, gritando ao mundo o quanto a nossa cultura é importante,

Juntos na mesma voz dizermos;

Pepe para sempre,

Sinted para sempre;

Cultura para sempre...

Silencio! Há uma lágrima sendo chorada, tamanha emoção de estar aqui presente no momento mais importante de cultura;

Exposição CULTURAL PROFESSOR PEPE!!!

OBRIGADO!

Com amor...

 

(Escrito por Paulo Zamora em 02 de Outubro de 2014)

 

Escrito a pedido da professora Cidolina Silva, componente do Grupo Sinted – Três Lagoas MS, para ser recitado com fundo musical ou formar vídeo; em 07 de Outubro em evento “Semana Cultural Professor Pepe que será realizada na sede do Sinted.

 

Escrito por Paulo Zamora às 08h35
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Dormir sentindo frio (LIMITE)

Dormi sentindo frio; refletindo assuntos distribuídos em momentos, lugares, pessoas, minhas próprias atitudes; todos precisam tomar suas decisões na vida e saber o quanto vale um momento assim...

Em cada batalha um motivo verdadeiro para se alcançar benefícios do depois, quem ou o quê está ocupando o primeiro lugar na vida? Até que ponto devemos ser escravos dos nossos próprios desejos? Como explicar razões e sentimentos que nem mesmo o pensamento mais lógico consegue compreender? A vida é assim...

Como pedir respeito se durante muito tempo mesmo sem perceber estava expondo demais minha vida? Porque a verdadeira privacidade começa conosco, dentro de nós, dentro de casa; mas é claro que amigos verdadeiros são maravilhosas conquistas e muitas vezes serão nossos grandes conselheiros, e por isso nos desabafamos.

Infelizmente poucas pessoas compreendem que o espaço dos outros também existem...

Poucos compreendem que o outro é imperfeito; e sem querer negar, sabemos que muitas mentiras já contamos; e muito nos corrigimos, que também muitas das nossas atitudes anteriores podem ter sido sementes do sofrimento que hoje talvez passamos; os dias de vida nos amadurecem quando chegamos a seguinte conclusão; que nos precisamos, que nos amamos, e que somos seres comuns, como os demais à nossa volta.

O verdadeiro amor chega sem explicar muitas coisas, e nos surpreende; assim como os verdadeiros amigos, sim, aqueles que também nos procuram, contam partes de suas histórias falando de dias em que juntos vivemos agradáveis momentos. Percebi, que querer ajudar todo mundo nem sempre é viável, o desgaste é muito e o resultado é frustrante, mas há quem tente como um dia tentei, mas há quem sem dê como um dia me dei por completo; e no final de tudo sempre uma cobrança a mais; vai entender; porque eu não entendo.

Existem aqueles que sempre querem nos corrigir, e sempre nos apontam um defeito; existem aqueles que colocam muitas responsabilidades nos outros, e nada fazem em prol; digo que esta vida é muito complicada; por muitos motivos os bons também sofrem, porque muito perdoam, porque muito acreditam nas mudanças alheias, e quantas vezes nos damos para quem não merece, ou para quem nos confunde, ou mesmo para quem sempre nos exige algo...

Eu não entendo, ao mesmo tempo em que compreendo tudo, e de repente acordo que muitas correções precisam acontecer, mesmo com quem admiramos e nos damos; nossa vida não deve ser tão exposta, não deve ser apenas partes dos sonhos dos outros, dos propósitos dos outros, muitas vezes aprendi a sorrir sozinho, a caminhar sozinho, e acordo para a realidade, que muitos estão me ignorando, outros me tratando simplesmente por obrigação; há quem me julgue quando nada conhece da minha vida, poucos querem acolher nosso coração; há sempre um bom motivo para se ter uma reflexão como essa, e escolher caminhos, escolher pessoas, atitudes, escolher nossas próprias escolhas; compreende ao certo?

Faça grandes amigos, embora não se coloque na obrigação de viver apenas para seus amigos, tenha seus próprios sonhos, mas participe dos sonhos dos outros, isso é motivador, aprendi muito pensando assim, mas não sou exemplo para ninguém, sou um simples poeta, que também sabe reclamar, que um dia muito se cansou, até que chegou um momento como esse, escrever decidindo, escrever orando, falando a Deus todos os medos, todos os segredos e reparando os erros cometidos; para tudo existe uma medida; consegue medir?

Os pensamentos se aceleram, se concretizam decisões, olhar para ontem, rever o passado; e aprender; e depois ter a melhor expectativa possível para o amanhã, quais tempos foram perdidos? Quais tempos foram valiosos? Nada que nos escravize tem qualquer valor; nem pessoas, nem costumes, nem sentimentos obsessivos; existe um controle para ser usando como prioridade, quem muito se expande pouco se vive, porque muito se divide, e o limite? Pode ser encontrado dentro de você, e quando o seu coração não te enganar; então saberá que para a vida melhorar pode estar faltando à complexidade do limite.

A Vida não pode ser sem graça, não pode ser guiada apenas por uma agenda profissional; devemos passar mais tempo com a nossa família e falar menos mau dela, devemos de vez em quando convidar nossos leais amigos para uma união histórica, elogiar quem merecer, ajudar quem precisar; e nunca pensarmos que pessoas “fortes” não cometem falhas,  que não se sentem pequenas as vezes; a vida é assim...

Tudo tem seu lugar, a espera garante o alcançar. Estamos numa estrada, em instantes dentro de um labirinto, correndo por todos os lados, e nos perdendo dentro de nós mesmos. As páginas do ontem não devem ficar sendo relidas sem parar, hoje é outro dia, novas ocasiões, novas opções, novas respirações, e valioso momento para pensar; não pode se dar muita satisfação da sua vida; de qualquer maneira pessoas irão formar seus conceitos, e tente provar apenas a você mesmo o que ninguém pode ver, nem sentir, nem saber ao certo como é; lute sempre, planeje sempre, conquiste a vida; mesmo se achar que ela está num momento de frio, como nesta noite de chuva e vento dentro de você; na verdade dentro de cada ser humano é assim; nos rastros pedidos de perdão, sonhos espalhados, imagens de arrependimentos, escolhas, saídas sensatas, respeito, dignidade, privacidade interna e externa; tudo pode se recomeçar desde que você queira e conquiste, mas lembre-se que o segredo de tudo estará em você se aprender o que é o limite, e o quanto influi em seu sucesso como pessoa...

(Escrito por Paulo Zamora em 24 de setembro de 2014)

 

Escrito por Paulo Zamora às 08h35
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Além de um pensador

 

Não sou ninguém sem eu mesmo;

Comigo posso pensar,

Vasculhar nos escombros da minha rotina quem fui e quem sou diariamente...

Você também jamais será alguém sem você mesmo;

Nem tudo depende da dependência;

Aprendi a sorrir sozinho,

A chorar sozinho;

Mesmo que para isso eu tenha que lutar pela sobrevivência  naquele instante;

Estar além das palavras,

Confessar a Deus todos os medos,

Todos os segredos e todos os sonhos ainda não realizados.

Sou alguém mesmo sem ter ninguém,

Mesmo nas rupturas;

Ontem fiquei sozinho por mais um momento da noite,

A lua não era avistada por que ao meu redor as paredes do quarto,

E no escuro a sensação de pensar olhando para o nada;

Auge de uma solidão?

Não.

Momento para pensar e refletir nos desacertos e nas correções,

Nos pontos de partida,

Na privacidade,

Nas conquistas e acima de tudo reunir-me comigo mesmo...

Eu precisei de mim hoje, agora a pouco...

Tenho eu mesmo para aceitar,

Para endireitar,

Para ser disciplina;

Sabendo que a vida assume a maior importância já existida.

Eu vou sorrir para mim diante do espelho,

Preciso de me ver,

Falar comigo;

Amar meu sorriso;

Criar sonetos noturnos;

Aprender...

Isso mesmo, aprender a ser eu mesmo.

Além de um pensador ser um amigo do amor e da amizade;

É natural que seja assim;

Bom para amadurecer,

E na história vivida por mim encontrar razões suficientes para amar a todo o momento...

Vai ter que ser assim...

 

(Escrito por Paulo Zamora em 18 de setembro de 2014)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Escrito por Paulo Zamora às 08h34
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil

Histórico