Poemas- Reflexões- Poesias- Auto-ajuda


12/05/2014


Paulo Zamora- 2014 (Ano 20)

 

Paulo Zamora- 2014 (Ano 20)

Poeta, escritor e declamador (Desde 1994- Já escreveu 4.447 textos- Até 2013)

O Poeta que mais gravou poemas (4.134- Até 2013)

O Poeta Dos Radialistas (Colaboradores na divulgação)

O Gênio dos Pensamentos de Amor

* (Títulos recebidos através dos anos)

 

Participou de muitos eventos culturais, programas de rádio, há 11 anos divulga seu trabalho através da internet, já gravou mais de 170 volumes (CD’s) em áudio com participação de muitos amigos poetas, declamadores, radialistas, cantores e outros, é um poeta em continuidade, escreve poesias, poemas, reflexões, auto-ajuda, enfim, é versátil em sua obra, muitos do gênero lançam livros, ele grava poemas e poesias, e disponibiliza gratuitamente na Internet ou cópias de seus trabalhos em áudio (Cd).

Escrito por Paulo Zamora às 21h08
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Resumo Biográfico por Helen Cunha- 2014

 

Paulo Zamora-Poeta, escritor, declamador, técnico em áudio e Roteirista.

Vinte Anos de Cultura

A história de Paulo Zamora e seus poemas estão completando Vinte Anos; trata-se de um romance eterno com as palavras; é o poeta que escreve todos os dias de sua vida, ainda garoto já participava de eventos na escola, aos 15 anos de idade resolveu se assumir escritor e poeta; construindo um imenso e lindo arquivo de textos e áudios, incomparável. Sem exageros, quem conhece o seu trabalho sabe do que estou falando, ele consegue tocar a alma das pessoas.

Foram inúmeras participações em eventos culturais, programas de rádio, entrevistas, textos para jornais, murais de escolas, são 20 anos; somando 4.447 (Auto-ajuda, crônicas, poesias, poemas, e outros); as gravações chegam a um total de 4.134 faixas, áudios que são recitações, declamações, improvisos e traduções, é sem dúvida O POETA QUE MAIS GRAVOU POEMAS.

Seu trabalho (Tanto escrito como em áudio) é um projeto que envolve compartilhamento de outros poetas, simpatizantes da arte, e também de grandes nomes do rádio três-lagoense. Além de cópias de seus Cd’s de poemas conta com a Internet para a divulgação.

O POETA DOS RADIALISTAS também já foi chamado de “O GENIO DOS PENSAMENTOS DE AMOR”, título escolhido pelo saudoso amigo poeta e radialista Célio de Barros. É impossível não se apaixonar pelos poemas desse romancista, Zamora é idealizador dos documentários exibidos anualmente sobre a vida e trajetória de cultura do grande Declamador Célio de Barros, na Rádio Difusora AM de Três Lagoas MS, juntamente com radialistas e poetas (Desde 2010).

Já participou de projetos culturais elaborados por Helen Cunha (Colunista Social e Radialista) como, por exemplo, Programas especiais comemorando o “Dia do Escritor” e “Dia do poeta” (Realizados anualmente). É uma trajetória com muitas histórias para contar, momentos inesquecíveis, como sua participação no Sinted (Semana cultural) tendo como idealizadora a Mestra em Cultura Cidolina, nomeada por Paulo Zamora como “ A Rainha da Cultura”, por sua dedicação e trabalho árduo; enfim, se fossemos aqui citar nomes ficaríamos dias para relatar. Suas reflexões já foram aberturas de programas de rádio, em seu arquivo existem textos para usar em diferentes ocasiões; seus poemas clássicos já foram gravados em muitas vozes.

Paulo Zamora e Sueli Batista Damasceno são os nomes que impulsionam novos autores, poetas e declamadores da nossa região. Falar de poesia e não lembrar deles é como não compreender o sentido dessa arte.

Não tenho palavras para descrever sua dedicação pela arte; sabemos que no mundo atualmente sobreviver na cultura é ter atitudes heróicas, é preciso ter muito amor pelo que se faz; e Paulo tem se demonstrado assim. O retorno vêm em formas de momentos. Para mim é festa saber que Paulo Zamora e seus poemas estão completando Vinte Anos.

Que possa continuar com essa energia positiva doando ao mundo textos incríveis, que nos ajudam a pensar na vida e fortalecem nossos sonhos, para quem tem cultura no coração saberá compreender o valor do trabalho desse grande Artista da Poesia. Quero aqui representar todos os leitores, amigos, radialistas, poetas, escritores, a imprensa; e dizer que Paulo Zamora faz parte dos grandes nomes que tivemos a oportunidade de conhecer em meio a essa arte de escrever, recitar; e ser um poema em vida. Parabéns amigo por esses Vinte Anos!

Helen Cunha

Colunista Social e Radialista

Três Lagoas, 01 de Janeiro de 2014

Escrito por Paulo Zamora às 21h08
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Agradecimentos aos Apoiadores:

Maria Irene (Mãe)- João Carlos de Souza (Rádio Band FM- TV Concórdia )- Helen Cunha (Rádio Difusora AM- Colunista Social)- André Mitterer (Declamador)- Célio de Barros (Rádio Difusora AM- Poeta, radialista e ator)- Leif Eric (Professor de Língua de Sinais)- Alex Fernando Soares (Declamador)- Larissa Dandara (Radialista)- Jean Carlos (Rádio Três Lagoas FM)- Bruno Henrique Ramos  (Poeta)- Carlinhos Albert (Rádio Três Lagoas FM)- Verena Venâncio (Poetisa e Professora)- Sueli Batista Damasceno (Poetisa e Professora)- Luiz Octávio (Professor de Música)- Anne Francielle Bertholdo (Poetisa)- Altair Ferreira e Gleyci Nonato (Poetas do Projeto Poesia Na escola)- Elaine C. D. Zamora (Poetisa)- Fran Soares (Cantora)- Nyck Poesya (Poeta e compositor)- Fabiano Xavier (Rádio Cidade FM- Andradina SP)- Alex Fabres (Rádio Três Lagoas FM)- Adilson Silva (Rádio Três Lagoas FM e TV Record)- Ademar Cardoso (Rádio Difusora AM)- Toninha Campos (Rádio Caçula AM) Romário Gutemberg (Rádio Três Lagoas FM), Rock Santos (Rádio Pantanal FM), Ronan Tafarel (Rádio Difusora AM), Alfredo Netto (Rádio Três Lagoas FM), Cidolina (Sinted- Três Lagoas MS), Leonardo Mundim Souza (Declamador), Tom e Bruno (Cantores), Oséias Barros (Radialista e poeta- Rádio Difusora AM), Philipe Prestes (Cantor), Débora Neves (Cantora), Fabio Jorge (Rádio FM Arapuá MS), Aurora Vilalba (Radialista- Difusora AM), Vera Medeiros (Poetisa- Professora)

 

 

 

 

Contatos:

E-mail: ointernautams@hotmail.com

Facebook: Paulo Zamora Zamora

Blog: www.pensamentoedamor.zip.net

 

 

 

Escute Amostras de áudios através do site PalcoMP3. www.paulozamorapoeta.palcomp3.com

 

 

Emissoras de Rádio Que Apóiam a cultura

www.radiodifusora1250.com.br

www.treslagoasfm.com.br

www.jptl.com.br

www.pantanalfm.com.br

www.radiocacula.com.br

Escrito por Paulo Zamora às 21h07
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

BLOG’S DE AMIGOS

Poeta Bruno Henrique Ramos (O Jovem poeta)

www.bh-ramos.zip.net

 

Saudoso Célio de Barros (O Maior declamador da história de Três Lagoas MS)

www.poetaceliodebarros.zip.net

 

Nyck Poesia (Poeta, cantor e Compositor)

 

http://oanjoguardiao.blogspot.com.br/

 

Site da Amiga Saryd - Cobrindo todas as baladas de Três Lagoas MS

http://www.tribaladas.com.br/

 

Apoiador de cultura Abner Olmos Petrick

http://poesiaseversos3lagoas.blogspot.com.br

Escritora Vera Medeiros (Facebook)

 

https://www.facebook.com/veralucia.nogueirademedeiros/about

Escrito por Paulo Zamora às 21h07
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Vídeos no Youtube

http://www.youtube.com/results?search_query=Paulo+Zamora&page=&utm_source=opensearch

 

 

Poemas Clássicos de Paulo Zamora  Interpretados por amigos (2014)

 

https://www.youtube.com/watch?v=94TFBkTn4M4

 

 

110 Faixas – Mp3 (Seleção de 1994 a 2013)

Participação: André Mitterer- Alex Fabres- Fabiano Xavier- João Carlos de Souza- Alex Fernando Soares- Célio de Barros- Helen Cunha- Verena Venâncio- Jean Carlos- Leonardo Mundim Souza- Carlinhos Albert- Leif Eric- Sueli Batista Damasceno- Bruno Henrique Ramos- Helen Cunha- Nyck Poesya- Larissa Dandara- Conceição Quinteiro- Ronan Tafarel- Romário Gutemberg- Gleyci Nonato-

 

 

Depoimento sobre os 20 Anos de Cultura (2014)

 

http://www.youtube.com/watch?v=e75nsNkHsS0&feature=youtu.be

 

 

DOCUMENTÁRIO:

HISTÓRIA-  Célio de Barros (Paulo Zamora 2013-2014)

 

http://www.youtube.com/watch?v=xq4HjMCQ5io&feature=youtu.be

 

 

Um programa lindo, boas lembranças!!!

Participantes: Anne Franciele Bertholdo- André Miterrer- Bruno Henrique Ramos- Paulo Zamora

Domingo Especial com Helen Cunha -Poetas e Declamadores 2011

Este é um dos programas Especiais realizado pela Rádio Difusora AM de Três Lagoas, foram vários anos em que Helen Cunha trabalhou e trabalha como motivadora de cultura, são muitos os momentos inesquecíveis.

 

https://www.youtube.com/watch?v=a_7aM24SgCc&feature=youtu.be

Escrito por Paulo Zamora às 21h07
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

 

 

João Carlos de Souza DECLAMA Paulo Zamora (2013)

Recitação de Poemas

 

https://www.youtube.com/watch?v=HJ91pnLQi6s&feature=youtu.be

 

João Carlos de Souza DECLAMA Paulo Zamora (2013)

 

01-Apaixonado- 02- Não é apenas saudades- 03- REGRAVAÇÃO- Se não fosse por amor- 04- O Tempo- 05- Nosso destino- 06- Calma- 07- Conseqüência- 08- Bônus- A nossa eterna verdade- 09- A Esperança do nosso amor- 10- Quem Inventou a Paixão- 10- Quem Inventou a Paixão- 12- O sentido dessa noite- 13- Se eu pudesse- 14- Quando te vi- 15- Sonhos dos Retornos- 16- Vida- 17- Uma loucura JUVENIL- 18- Seu silêncio- 19- Labirinto- 20- Entre o coração e a saudade- 21- A verdade dos meus sentimentos- 22- Ápice- 23- Amores- 24- Quando você voltou a fazer parte da minha vida- 25- Bônus- O primeiro Momento Do Coração- 26- Em busca da RECONCILIAÇÃO (Com Jean Carlos e João Carlos de Souza)- 27- Ainda é amor- 28- Reação- 29- O amor acabou- 30- A nossa eterna verdade- 31- Outono- 32- Em busca da Reconciliação- 33- Se não fosse por amor- 34- Meus carinhos- 35- O primeiro momento do coração- 36- Uma Diferença- 37- Sem OBJEÇÕES- 38- Palavras ferem-39- Sonhos para Alcançar-  40- Amor por você 

Paulo Zamora- 29 de agosto de 2013

 

Quero agradecer ao amigo João Carlos pela colaboração cultural que tem prestado, ele é o radialista que como muitos outros,fez história e deixou sua marcas em Três Lagoas MS. Este Cd é uma homenagem merecida para alguém que possui profundo amor pelo que faz, assim é a sua história ligada ao rádio brasileiro.

Paulo Zamora

Escrito por Paulo Zamora às 21h07
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

 

 

 

 

Célio de Barros DECLAMA POEMAS DE Paulo Zamora (2005- 2009)

https://www.youtube.com/watch?v=fEJLjxE3pHg&feature=youtu.be

 

Célio de Barros DECLAMA Paulo Zamora (2005-2009)

01-Abstrato

02-Segredos do meu coração

03-Enfermo amor

04-Peles

05-O poeta só

06-Lágrimas não voltam

07-Não é apenas saudades

08-A minha sensibilidade provocada

09-Pelo menos isso

10-Oculto sentimento

11-Louco de tanto amor

12-Na minha madrugada

13-Meu quarto e eu

14-Final

15-Carente

16-Insônia

17-Sem culpados

18-Suas pegadas

19-De dentro de mim (Part. Paulo Zamora)

20-Nas Alamedas

21-O estado em que estou

22-Últimos segundos

23-Ultimo encontro

24-Desejos versus castidade

25-Inverno

26-Compreendo

27-A minha sensibilidade provocada (Part.Paulo Zamora)

28-A Saudade que você deixou em mim

29-Teu mundo de anjo

30-Depoimento de Célio de Barros

Dedico este Cd ao meu grande amigo, o poeta Célio de Barros, com certeza o maior poeta e declamador da história da cidade de Três Lagoas MS.

Paulo Zamora

30 de Outubro de 2009

 

 

Poemas com Célio de Barros- Paulo Zamora (2014 - Ano 20)

https://www.youtube.com/watch?v=ygOCwljDsDA

Escrito por Paulo Zamora às 21h07
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

 

http://www.youtube.com/watch?v=pNGOqgxnffs&feature=youtu.be

 

 

Paulo Zamora Regrava alguns de seus poemas Clássicos (20 Anos- Desde 1994)

 

Paulo Zamora APRESENTA

Regravações- 20 ANOS DE CULTURA COLETÂNEA 2014 (Ano 20)

 

01- Depoimento de Paulo Zamora sobre os 20 anos de Poemas

Não é apenas saudades

APAIXONADO

PENSAMENTO

Espelho da minha vida

Escondido

Conseqüência

SOBRIEDADE

Calma

Enfermo amor

INVERNO

Namoro Perfeito

Por esse coração apaixonado

Transformado

Sonhos dos retornos

O tempo

Moça

Final

Enfermo amor

ABSTRATO

Se não fosse por amor

Quando você voltou a fazer parte da minha vida

A minha sensibilidade provocada

Em busca da reconciliação

Faz Parte da Minha Vida

Menino apaixonado

O primeiro momento do coração

SOBRIEDADE (Part. Célio de Barros- Homenagem 2014)

Uma Pluma

Rio de Lágrimas

O Mistério da Emoção

ISOLAMENTO

Estradas sem rumos

Consequência (Faixa Especial)

Últimos Segundos

Imaginações

Faixa Extra- Eu Não Posso Fugir de Você

 

Paulo Zamora- Janeiro de 2014

 

 

2014- Ano 20 – Paulo POEMAS Zamora

 O Link Abaixo lhe permite baixar para seu computador Coletâneas (Mp3) com poemas de Paulo Zamora e convidados:

Escrito por Paulo Zamora às 21h06
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Lembranças

Quando vierem outros tempos será como se nunca tivéssemos passado pela experiência daquele longo abraço; mais tarde um encontro; lembranças...

Ninguém poderá sentir por nós; erraríamos muito mais se não houvesse nenhum sentimento, não teria sentido; você pode esquecer uma pessoa quando não mais a ama; somente assim...

Durante a noite prefiro fugir para as lembranças, onde posso te ver, falar com você, e nos encontrarmos por uma infinita adolescência...

Lembro das vezes que perdemos a razão e fomos longe demais, não foram apenas inconseqüências, também fomos felizes!

Saí pela madrugada, por aquelas mesmas calçadas, na solidão da noite sentei-me com a saudade; não sendo inesperada, nem convidada, mas me contou dos nossos tempos, compreendeu minha lembrança; e quando vierem outros tempos tudo será diferente, você mudou, aliás, nós mudamos radicalmente, se tudo acontecesse novamente, fugiríamos para o eterno; enfim, para sempre juntos...

(Escrito por Paulo Zamora em 26 de Abril de 2014)

 

Escrito por Paulo Zamora às 21h06
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Nunca mais

Nunca mais será a mesma coisa, você já percorreu o mundo a procura da felicidade; eu também pensei assim; quisera negar, mas não posso, ao beijar outra boca, mesmo sendo tão linda, eu pensei em você...

Cai na ilusão de fazer amor em outro corpo, foram momentos únicos, sensacionais, mas incomparáveis ao que  fomos você e eu...

Hoje; o desejo fala alto, mas se ficarmos juntos teremos muitos arrependimentos depois, não nascemos um para o outro, já comprovamos; mas no fundo do meu coração o meu amor ainda é por você...

Como vai ser a nossa vida no futuro?

Se soubéssemos amadurecer talvez teríamos uma chance, mas não; não, não podemos mais. Não é comum como antes, jamais será igual, nos culparemos, viveremos sem confiança; teremos a dor e a saudade por toda a vida; vida da minha vida, já sou do tipo que sofre todos os dias, me acostumei, porque sei, jamais será como antes... Nunca mais.

(Escrito por Paulo Zamora em 26 de Abril de 2014)

 

Escrito por Paulo Zamora às 21h05
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Sala vazia

Ao meu lado uma sala vazia; reflexão, nostalgia...

A vida poderia ser diferente, você pudesse me amar...

Antecipadamente o paraíso estaria aqui nesta terra.

Você é espetáculo.

Falta coragem para dizer que você é importante pra mim.

Um certo medo contagia.

A sala vazia;

Um ser humano esperando a chuva,

Chorando na calada da noite,

Não há gritos, nem gemidos;

Rapaz sofrendo no silêncio...

O pranto não aquece,

Você é um espetáculo pra mim!

Você é um sonho!

Se eu pudesse diria aos gritos que te preciso,

Que sem você não respiro,

Sem sua voz não tenho palavras;

Eis meus motivos principais;

Mas ao meu lado uma sala vazia, a confidente de um homem carente;

Você, você, você (Colocar efeitos de eco)...

Eu preciso de você;

Se tornou meu mundo, meu paraíso, motivo do meu sorriso...

 

(Escrito por Paulo Zamora em 26 de Abril de 2014

Escrito por Paulo Zamora às 21h05
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Resquícios

Dois inconseqüentes na mesma cama; com as mesmas intenções; sem saber ao certo o rumo a seguir. Muitas descobertas, resquícios de outros dias; cultivei a vontade e provoquei a situação. Erro meu. Minutos pareceram horas, tentando proximidades; até conseguir um abraço. Dessa ilusão um sofrimento nasceu; fomos muito longe naquela noite, da entrega total a uma ferida na alma...

Foram tempestades de paixões, ciúmes incontroláveis, traumas emocionais. Ficava olhando dentro dos seus olhos, tentando me ver; foi quando me escondi de mim mesmo, de vergonha. Erro meu, querer profundamente; sabendo desde o inicio ser uma ilusão; fiz de nós dois, dois inconseqüentes.

(Escrito por Paulo Zamora em 26 de Abril de 2014)

 

Escrito por Paulo Zamora às 21h05
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Reflexos

Você passou por mim num dia ensolarado, deixando uma mensagem de amor que logo conquistou o coração; trazendo há este dia a complexidade de sua beleza interior; e conclui ser amor, do tipo que começa no primeiro instante em que se conhece alguém.

Usei palavras e gestos inconfundíveis, determinei ser educado e prestativo; como se fosse preciso obedecer a todas regras que você criasse naquele momento; de qualquer maneira senti que já precisa de você para viver...

Em que velocidade eu senti isso tudo não saberei jamais explicar, por um simples reflexo, como um vento forte; sendo passageiro, por conseguinte...

Tropecei nas palavras, procurei olhar atentamente para a sua face, perceber vestígios, descobrir sobre seus sonhos, saber imediatamente da sua história, e no momento em que disse adeus, senti que uma lágrima desceu pelo interno do meu corpo; já era saudade; ou que eu não conseguiria ficar simplesmente um dia sem ter você perto de mim...

Eu te amei assim, eu te amo assim, sem saber o que você sente ao certo por mim; mas eu amo assim, porque bastando um simples encontro, do tipo normal em que as pessoas se conhecem, eu conheci você; e carrego a certeza, que talvez machuque; eu sempre vou te amar, não importando se você me queira...

(Escrito por Paulo Zamora em 28 de Abril de 2014)

Escrito por Paulo Zamora às 21h04
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Imaginei

Imaginei você beijando outra boca, o ciúme me fez pensar em inúmeras possibilidades de você errar comigo; imaginei você percorrendo a vida ao lado de quem nunca soube entender-lhe como eu.

De vez em quando um medo atormenta nossas noites, faço você sofrer, depois tomo consciência do que estou fazendo contigo. Sou errante quando penso que você não sabe me fazer feliz, eu quero muito mais do que é capaz de me dar, mas a vida não pode ser assim, romances não podem ser assim, deve existir amor, ternura, compaixão e compreensão.

Imaginei você descendo a escada chorando, gritando seus traumas, querendo sumir da minha vida, porque me ama e eu não aprendi a te amar como merece. Você pode me perdoar? Diz pra mim se pode me perdoar, quero existir para sempre se for ao seu lado viver, imaginei você eterna, mas não entendo porque imagino você em outra boca beijando, em outros braços abraçando e passando noite de carinhos; tenho muito ciúme, e amar de verdade não pode ser assim. Perdoe-me, amor.

(Escrito por Paulo Zamora em 28 de Abril de 2014)

Escrito por Paulo Zamora às 21h04
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Foi demais

Foi demais para minha cabeça ter que suportar ficar longe, sentir saudades e pensar que o mundo poderia se acabar quando eu não tivesse mais a oportunidade de lhe ver.

Foi demais pra mim, pensar em partir sem saber ao certo para onde exatamente ir.

E volto ao coração tão cansado e sem razão, não sei quem sou diante dessa paixão recolhida...

Entenda que essa distância foi demais pra mim, pro meu coração sufocado, cheio de esperança e sobretudo, acreditando num mundo melhor, mas de repente nada importa, por saber que não estou ao lado de quem muito amo e quero...

Hoje tenho a oportunidade de dizer olhando para você o quanto sofri, o quando minha vida foi vazia sem ter você por perto, foi demais para minha cabeça.

(Escrito por Paulo Zamora em 30 de Abril de 2014)

 

Escrito por Paulo Zamora às 21h04
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil

Histórico